UNIVERSO CMDV

“Receitas caseiras” que encontra na internet para branquear os dentes: será que deve acreditar em tudo o que lê?

Nos dias que correm, é possível encontrar informação on-line disponível sobre todos os temas que imaginemos, apenas à distância de um clique. No entanto, nem toda a informação é verdadeira e as consequências para a sua saúde podem não valer o facilitismo de ser autodidata.

No que diz respeito à Medicina Dentária, um dos temas mais pesquisado na Internet é de que forma podemos branquear os dentes com recurso a “receitas caseiras”….mas sabe o que está a fazer à sua boca? 

Vamos falar sobre algumas dessas “receitas”:

  • Sumo de limão ou casca de citrinos – o ácido dos citrinos provoca um processo de erosão que desgasta o esmalte dos dentes (camada mais superficial do dente). O esmalte torna-se mais poroso e pode pigmentar mais facilmente com alimentos, café, chá, tabaco; ou seja, vai acabar por ter o efeito oposto ao pretendido. Para além do mais, este desgaste provoca um aumento da sensibilidade dentária e pode facilitar o aparecimento de cárie dentária.

 

  • Vinagre de maçã ou similares – sendo o vinagre ácido, vai ter a mesma ação dos citrinos sobre a estrutura dentária.

 

  • Água oxigenada – a água oxigenada, nas concentrações vendidas no supermercado, não consegue branquear os dentes. Contudo, leva a irritações e ulcerações das mucosas e gengivas que podem demorar bastante tempo a cicatrizar e são dolorosas.

 

  • Pastas à base de açafrão – estas pastas têm o efeito contrário ao pretendido. O açafrão pode pigmentar a estrutura dentária e até as restaurações que tem em boca, dando-lhes um aspeto amarelado e podendo levar à necessidade da sua substituição.

 

  • Bicarbonato de sódio – também pode provocar erosão dentária e, portanto, contribuir para um aumento da sensibilidade e potenciar o aparecimento de cárie dentária. Para além do mais, pode provocar danos nas suas mucosas e gengivas.

 

Todas as “receitas caseiras” referidas acima, não têm a capacidade de provocar branqueamento dentário. Contudo, podem provocar danos irreversíveis no esmalte do dente, que se torna mais poroso e com um aspeto mais envelhecido, trazendo ainda problemas acessórios de sensibilidade dentária e cárie dentária.

Se pretende realizar um branqueamento dentário, informe-se junto do seu Médico Dentista ou Higienista Oral acerca da melhor forma de o fazer.