UNIVERSO CMDV

O que fazer se fraturar um dente?

Se ocorrer uma fratura dentária, o melhor a fazer é marcar uma consulta no médico dentista para se fazer um correto diagnóstico clínico e radiográfico. Um dente pode fraturar por diferentes causas. Pode ocorrer por traumatismo, por lesão de cárie que fragiliza o dente, por algum hábito parafuncional, como roer as unhas, morder algum objeto ou o ato de ranger os dentes (associado a bruxismo), por restaurações antigas que começaram a infiltrar e a desadaptar ou até mesmo por uma má posição dos dentes que leva a uma maior sobrecarga em determinadas localizações. Para cada situação, é necessária uma correta avaliação, pois o tratamento pode ser variável. Caso o dente tenha sofrido um traumatismo em que se tenha recuperado o fragmento intacto, este poderá ser útil e passível de ser restaurado, após avaliação. Caso se consiga recuperar o fragmento, é necessário embebê-lo de imediato em soluções com pH neutro, como leite, soro fisiológico ou água. Neste caso, o tempo decorrido após o traumatismo e o momento da consulta é primordial para o sucesso do tratamento.
Caso não haja fragmento recuperável ou o dente esteja cariado, a solução passará por fazer uma restauração (se for uma pequena fratura) ou, se for uma fratura maior, poderá ser necessário recobrir o dente com uma coroa de revestimento total ou parcial para lhe dar mais suporte e estrutura, prevenindo fraturas futuras.
Em situações em que a fratura envolveu a polpa dentária, poderá haver necessidade de fazer também um tratamento endodôntico.
Contudo, se a extensão da fratura for demasiado profunda e envolver a raiz do dente, este poderá já não ser possível de se recuperar, sendo necessário proceder à sua extração e substituir por um implante e respetiva coroa.
Até ao momento da consulta, é importante tentar mastigar para o lado oposto, de modo a diminuir a sobrecarga do dente fragilizado. Em caso de dor, será necessário aconselhamento médico para prescrição de analgésicos ou anti-inflamatórios.
O mais importante a reter é o facto de um dente fraturado dever ser tratado a curto prazo, uma vez que, quanto menor for a fratura, mais simples será o tratamento. A urgência do tratamento aumentará principalmente se houver exposição da polpa dentária, uma vez que se origina uma porta de entrada de bactérias para o organismo, podendo desenvolver problemas infeciosos futuros.